Ânsia

Há pequenas coisas que atiçam o amor
Que nos dão um grande desejo de amar
Uma enorme ânsia de sofrer...


Amantes

Vem!
Vem comigo
Cansados de Amor
Mergulhemos juntos na noite
no silêncio dos Amantes
Amor Amor Amor
Repete comigo
as palavras que nos dão paz...


®Pôesia do Mundo

A minha foto
Le Vésinet, Yvelines, France
É impossível não se dizer ( no mínimo de letras ) e, ao mesmo tempo, em que não se pode tudo dizer ( no máximo de palavras ). Falar demais: È escancarar detalhes insignificantes da vida doméstica. A minha vida sustenta-se no diário de algumas palavras: Trabalho, Respeito, Ternura, Amizade, Saudades, Amor. PEQUENOS VALORES Viver é acreditar no nascer e no pôr-do-sol É ter esperança de que o amanhã será sempre o melhor É renascer a cada dia É aprender a crescer a cada momento É acreditar no amor É inventar a própria vida... No decorrer desta vida, o prazer, a alegria, a tristeza,a dor, o amor, desfilam em nossa alma e em nosso coração deixando diferentes marcas. São essas marcas combinadas que formam a riqueza da nossa caminhada. Um caminho onde o mais importante não é chegar e sim caminhar. Valorize todos os detalhes, todas as subidas e descidas, as pedras, as curvas, o silêncio, a brisa e as montanhas deste seu caminho, para que você possa dizer de cabeça erguida, no futuro: Cresci Chorei Sorri Caí Levantei Aprendi Amei Fui Amado Perdi Venci Vivi E, principalmente, sou uma pessoa feliz!




sexta-feira, 3 de julho de 2009

Doce perfume


Doce perfume



Um doce perfume no ar ... olho ...
Da porta do quarto , e você lá está
Deitado na cama , gemendo à se espreguiçar.

Suas pernas morenas e longas ...
A pouco estiveram à me enlaçar .

Suas mãos tão fortes ...
Mas ternas e suaves ao me tocar .
Seus braços em um abraço ...
Onde sempre vou querer estar .

Seu corpo tão lindo ...
Na medida certa pra me completar .

Seu rosto , seus olhos ...
Que agora fechados está .
Sua boca , nela um sorriso ...
Do prazer que tanto me faz te amar.

Um doce perfume no ar ... Feliz ...
Daqui fico à te olhar , extasiada à contemplar
O homem que amo e que tanto prazer me dá...




Lete Dias

2 comentários:

.simone disse...

Ah...Poeta
Que alquimia tu usa
em teus versos?
Tu não junta letras
não rabisca as palavras
segue poetizando...
Escreve com sua alma
escreve, amor com amor
Versos delicados
num versejar acariciante
transmutam, cheiram
a perfume de amor
nas palavras em flor
Sua poesia é alquimia verbal
faz a química agir
o amor entrar em ebulição
sensível, explodir
em bolhas de emoção
Ah... Poeta
Lendo seus versos
o coração da musa encantou-se
nos olhos sensíveis, amendoados
nasceu por ti o amor


(Van Albuquerque)

BJS, SIMONE

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Amigo! Passei para desejar-te um belo final de semana, como também dezer que é muito gratificante quando depois, a amada fica a nos observar desejando e fazendo elogios. Gostei do poema. Confesso que não conhecia Lete Dias.

Abraços,

Furtado.