Ânsia

Há pequenas coisas que atiçam o amor
Que nos dão um grande desejo de amar
Uma enorme ânsia de sofrer...


Amantes

Vem!
Vem comigo
Cansados de Amor
Mergulhemos juntos na noite
no silêncio dos Amantes
Amor Amor Amor
Repete comigo
as palavras que nos dão paz...


®Pôesia do Mundo

A minha foto
Le Vésinet, Yvelines, France
É impossível não se dizer ( no mínimo de letras ) e, ao mesmo tempo, em que não se pode tudo dizer ( no máximo de palavras ). Falar demais: È escancarar detalhes insignificantes da vida doméstica. A minha vida sustenta-se no diário de algumas palavras: Trabalho, Respeito, Ternura, Amizade, Saudades, Amor. PEQUENOS VALORES Viver é acreditar no nascer e no pôr-do-sol É ter esperança de que o amanhã será sempre o melhor É renascer a cada dia É aprender a crescer a cada momento É acreditar no amor É inventar a própria vida... No decorrer desta vida, o prazer, a alegria, a tristeza,a dor, o amor, desfilam em nossa alma e em nosso coração deixando diferentes marcas. São essas marcas combinadas que formam a riqueza da nossa caminhada. Um caminho onde o mais importante não é chegar e sim caminhar. Valorize todos os detalhes, todas as subidas e descidas, as pedras, as curvas, o silêncio, a brisa e as montanhas deste seu caminho, para que você possa dizer de cabeça erguida, no futuro: Cresci Chorei Sorri Caí Levantei Aprendi Amei Fui Amado Perdi Venci Vivi E, principalmente, sou uma pessoa feliz!




sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Ecce Homo


Ecce Homo



Desbaratamos deuses, procurando
Um que nos satisfaça ou justifique.
Desbaratamos esperança, imaginando
Uma causa maior que nos explique.

Pensando nos secamos e perdemos
Esta força selvagem e secreta,
Esta semente agreste que trazemos
E gera heróis e homens e poetas.

Pois Deuses somos nós. Deuses do fogo
Malhando-nos a carne, até que em brasa
Nossos sexos furiosos se confundam,

Nossos corpos pensantes se entrelacem
E sangue, raiva, desespero ou asa,
Os filhos que tivermos forem nossos.



Ary dos Santos

5 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

...Pensando nos secamos e perdemos
Esta força selvagem e secreta,
Esta semente agreste que trazemos
E gera heróis e homens e poetas.

Belo poema Antònio, muito profundo.
Parabéns pela escolha.

Um ótimo final de semana pra ti e para os teus.

Abraços,

Furtado.

María disse...

Cuerpos que se entrelazan,
corazones que se unen
abrazos tiernos de amor,
conjunto de bonitas sensaciones.

Muy bellos tus posts.

Saludos.

Emoções disse...

Olá António!
Seu bom gosto poético e visual é indiscutível!
(...)
Nossos corpos pensantes se entrelacem
E sangue, raiva, desespero ou asa,
Os filhos que tivermos forem nossos.

Lindo, lindo!
Tentei te adicionar no meu orkut para ter sua amizade lá também, mas não deu.
Bjs e bom final de semana pra ti!

Retalhos de Amor disse...

A cada vinda...
Quantos sóis florescem
Em versos e auroras
Do pleno sentimento!!!

Sensível e belíssima escolha!!!

Fim de semana cheinho de paz
para ti, meu Amigo!!!
Iza

Raquel Crusoé disse...

Bom dia Antônio !

Acordei com a grata surpresa de encontrar você. Amei o seu blog e aquí estou feliz.Sensibilidade e emoção nos faz irmãos. Parabéns!

Com carinho,

Raquel