Ânsia

Há pequenas coisas que atiçam o amor
Que nos dão um grande desejo de amar
Uma enorme ânsia de sofrer...


Amantes

Vem!
Vem comigo
Cansados de Amor
Mergulhemos juntos na noite
no silêncio dos Amantes
Amor Amor Amor
Repete comigo
as palavras que nos dão paz...


®Pôesia do Mundo

A minha foto
Le Vésinet, Yvelines, France
É impossível não se dizer ( no mínimo de letras ) e, ao mesmo tempo, em que não se pode tudo dizer ( no máximo de palavras ). Falar demais: È escancarar detalhes insignificantes da vida doméstica. A minha vida sustenta-se no diário de algumas palavras: Trabalho, Respeito, Ternura, Amizade, Saudades, Amor. PEQUENOS VALORES Viver é acreditar no nascer e no pôr-do-sol É ter esperança de que o amanhã será sempre o melhor É renascer a cada dia É aprender a crescer a cada momento É acreditar no amor É inventar a própria vida... No decorrer desta vida, o prazer, a alegria, a tristeza,a dor, o amor, desfilam em nossa alma e em nosso coração deixando diferentes marcas. São essas marcas combinadas que formam a riqueza da nossa caminhada. Um caminho onde o mais importante não é chegar e sim caminhar. Valorize todos os detalhes, todas as subidas e descidas, as pedras, as curvas, o silêncio, a brisa e as montanhas deste seu caminho, para que você possa dizer de cabeça erguida, no futuro: Cresci Chorei Sorri Caí Levantei Aprendi Amei Fui Amado Perdi Venci Vivi E, principalmente, sou uma pessoa feliz!




quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Afago


Afago



Afago

Dê-me seu colo, afague minha solidão
Abraça-me e me olhe com muita paixão...

Encoste sua boca na minha e busque
meus desejos cansados de tanta saudade...

Murmure palavras doces ao meu ouvido
E deixe que se misture aos nossos gemidos...

Encaixe forte suas mãos nas minhas
Deixe que tudo nos envolva nesta sintonia...



Lete Dias

4 comentários:

C. Dorothy disse...

Olá Antonio, quero deixar aqui pra vc, meu melhor abraço e desejo que o novo ano te seja de muito amor e paz! Que a poesia esteja sempre presente em sua vida! "Afago" é de uma ternura imensa! Beijos amigo poeta! Feliz Ano Novo!

Dorothy de Castro de poesiaspontilhadas!!!

José María Souza Costa disse...

Belissimo, gostei
Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Se tiveres tuiter, deixe-o, que já siguo automaticamente.
Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Andréa Alvares disse...

Passando para te deixa um bju.

Anna Amorim disse...

Querido amigo,

Vim retribuir tua visita no PALAVRA DE MULHER e dizer que a presença é o melhor presente que podemos oferecer aqueles que amam compartilhar.

Fiquei admirada tua mensagem poética!Bela e profunda. Verdadeira troca viva que dá sentido a nossa comunicação!

Que em 2011 traga as inovações que deseja na tua vida!


Com carinho,