Ânsia

Há pequenas coisas que atiçam o amor
Que nos dão um grande desejo de amar
Uma enorme ânsia de sofrer...


Amantes

Vem!
Vem comigo
Cansados de Amor
Mergulhemos juntos na noite
no silêncio dos Amantes
Amor Amor Amor
Repete comigo
as palavras que nos dão paz...


®Pôesia do Mundo

A minha foto
Le Vésinet, Yvelines, France
É impossível não se dizer ( no mínimo de letras ) e, ao mesmo tempo, em que não se pode tudo dizer ( no máximo de palavras ). Falar demais: È escancarar detalhes insignificantes da vida doméstica. A minha vida sustenta-se no diário de algumas palavras: Trabalho, Respeito, Ternura, Amizade, Saudades, Amor. PEQUENOS VALORES Viver é acreditar no nascer e no pôr-do-sol É ter esperança de que o amanhã será sempre o melhor É renascer a cada dia É aprender a crescer a cada momento É acreditar no amor É inventar a própria vida... No decorrer desta vida, o prazer, a alegria, a tristeza,a dor, o amor, desfilam em nossa alma e em nosso coração deixando diferentes marcas. São essas marcas combinadas que formam a riqueza da nossa caminhada. Um caminho onde o mais importante não é chegar e sim caminhar. Valorize todos os detalhes, todas as subidas e descidas, as pedras, as curvas, o silêncio, a brisa e as montanhas deste seu caminho, para que você possa dizer de cabeça erguida, no futuro: Cresci Chorei Sorri Caí Levantei Aprendi Amei Fui Amado Perdi Venci Vivi E, principalmente, sou uma pessoa feliz!




sexta-feira, 12 de março de 2010

Sozinho e sem ver a vida passar


Sozinho e sem ver a vida passar



A Vida Pulsa

Moro no mesmo lugar
Há mais de dez anos
E todos os dias
Vejo,

Ouço,

Sinto,

Respiro.

Todas as manhã
Os mesmos movimentos.

Não há mais árvores
Não há mais sombras
Tampouco água corrente.

Só o canto mavioso
Das aves diurnas
Ecoa de alegria
Pelo nascer do dia.

Comemoram a chegada
Do sol que vivifica
No entanto, eu não via
Nem mesmo percebia
Que a vida mágica e frágil
Em se mostrar insistia.

Com o passar do tempo
Do alto da soberbia
Através de um olhar
A vida passando eu via
Sem que nada daquilo
Me fizesse ter alegria...



Valdeck Almeida de Jesus

10 comentários:

Henrique Rodrigues Soares disse...

Estou passando para deixar meu abraço, meu amigo António.

Sonhadora disse...

Meu amigo
Lindo como sempre.

deixo um beijinho.

Sonhadora

Arnalda Rabelo disse...

Bom dia Antonio!

Desejo a você, meu amigo uma semana
feliz e abençoada!

Grande Abraço!


Arnalda Rabelo

Efigênia Coutinho disse...

Valdeck Almeida de Jesus
Gostei de ler estes versos de hoje em seu poste.
Estive ausente pelo batizado da netinha e por minha vinda para New York, onde fico até fins de maio, mas aqui estarei presente para aplaudir você,
Efigênia Coutinho

MEU DOCE AMOR disse...

Gostei muito de ler.A música é bela.Não te sintas soznho,A vida está aí e há sempre um motivo para se sorrir para e com ela.

Voa....voa...

Convido-te a lerhttp://vemsonharcomigo.blogspot.com/

۞ Potira ۞ disse...

Tenha um bom fim de semana!!!


=)

Henrique Rodrigues Soares disse...

Amigo, António, estou sentindo sua ausência.

Abraços!

Sandra disse...

Lindo e belo.
Parabéns..
Curiosa está muito feliz..Venha conferir porque..
Na interação de amigos tem uma visita no Museu. Jaraguá do Sul te espera.
Posso contar com a sua visita??
Legal..então venha fazer parte desse alegria.
Carinhosamente,
Sandra

GarçaReal disse...

Um poema belo mas muito pintado com cores de tristeza.

A envolvência presente

Bom fim de semana

bjgrande do lago

MEU DOCE AMOR disse...

Olha o Sol e sorri...nada melhor que a sia luz...

Beijinho doce e obrigada pela visita.Tens um lindo espaço,com poemas maravilhosos.

Se quiseres podes visitar-me também em http://vemsonharcomigo.blogspot.com/